Ano novo, desafios novos, dilemas velhos

Bem, este é o primeiro post do ano de 2017, um ano cercado de dúvidas e incertezas. Lembro quando comecei a escrever por aqui, no ano de 2011. A economia naquele tempo estava no auge, estávamos na época das vacas gordas, porém, hoje, já adulto, sei a importância dessas coisas para a vida das pessoas
Fechamos o ano de 2016 com o 2° impeachment da nossa breve história democrática. Foi golpe ou não foi? Bem, não sei, o tempo dirá. Tivemos a primeira olimpíada do continente no nosso país. Aí eu penso, era pra ter dado tudo certo, afinal, a economia vinha bem, iríamos sediar os dois maiores eventos esportivos do planeta aqui...mas por que deu errado e tudo ficou como está?
Eu vejo muito o pessoal dos jornais falarem: "a crise internacional... blá blá blá. Vivemos num mundo globalizado é verdade, mas o mesmo país que sofreu com a atual crise passou quase que ileso a de 2008, que foi bem pior.
Vimos também o fenômeno Sérgio Moro como herói nacional, prendendo corruptos, mandando "peixe grande" pra cadeia. Foi positivo? Sim, claro. Mas se todas as maçãs do saco estão ruins, por que apenas algumas foram jogadas fora?
Vimos também em 2016 o garotinho surtando na ambulância, um cena hilária mas que retrata como estamos, ou melhor, na mão de quem estamos.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Capacidade e Incapacidade no Código Civil de 2002