Resenha de Educação Siberiana, de Nicolai Lilin

Educação Siberiana é o primeiro livro do autor Russo Nicolai Lillin.
A narrativa se passa na cidade de Bender, na Transnístria, um local que hoje fica entre a Rússia e Moldávia, local onde os urcas siberianos, uma comunidade de criminosos russa que viveu por lá durante o governo comunista.
A história narra com muitos detalhes o modo de vida e as regras da Educação siberiana. Vários ritos e crenças dessas pessoas, que vivem de forma extrema. Desde o respeito aos criminosos mais velhos à compaixão com os deficientes, ou como eles chamam, o presente de deus. Há um choque de realidade extremo: o autor narra o mundo com uma visão crítica e ao mesmo tempo eticamente incorreta, mas que para sua lei, eram corretos, tais como assaltar bancos,  os ricos e dividir entre os seus.
O livro conta alguns fatos reais da vida de Nicolai, mas vale a pena ressaltar que nem todo o livro é baseado em fatos reais. Há partes no texto em que o autor cria situações fictícias.
O texto flui com muita facilidade, apesar de haver poucos diálogos e podendo depara-se com até 7 páginas de texto contínuo para descrever um loca, uma briga ou simplesmente uma pessoa.. Nem percebi quando havia acabado de ler o livro.
Para quem já leu o livro, por coincidência, descobri que há o filme do livro (Link do Filme),que foi lançado em 2013. Aqui está o link de uma entrevista feita pelo site Segredo dos Livros.
Vale a pena ler, com certeza.
Livro no Skoob
Preços do livro

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams