Blogueiros Russos são obrigados a ter registro

Foto: Wikipédia
No Brasil, qualquer um pode ter um blog. É normal ver na internet blogs sobre vários assuntos: moda, esporte, política. Estas páginas da web tem por característica a simplicidade com que são produzidas e podem ser criadas por qualquer um. Há diversas plataformas grátis e até é possível ganhar dinheiro com isso.
Mas na Rússia, ter um blog pode render uma bela dor de cabeça. Foi aprovada uma lei em que todo blogueiro que tenha mais de 3,000 visitantes únicos será obrigado a registrar-se no Roskomnadzor, o órgão responsável por conteúdos culturais, o equivalente ao MEC brasileiro e que tem poder de censura. Os responsáveis pelas páginas terão que declarar o nome completo, endereço, etc. O registro estende-se a perfis sociais.
A alegação do governo é que a lei vai ser direcionada para conter atentados terroristas. Não vai tornar os blogueiros  ‘veículos de mídia’, como muitos pensam.
A lei de internet russa e a de muitos países, como a do nossa vizinha Venezuela são muito duras. Muitos blogueiros russos e donos de grandes sites já deixaram a Rússia por censura. Inclusive o dono da maior rede social russa, a Vkontakte, Pavel Durov, de 29 anos vendeu a parte que tinha na empresa e saiu do país.
No Brasil, vale a pena ressaltar, no Marco Civil da Internet foram aprovadas medidas, assim como na constituição, que garantem a liberdade de imprensa e também a privacidade dos cidadãos.

Só digo uma coisa: ainda bem que não estou na Rússia.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams