Reformulando... de novo

Se eu fosse tentar fazer um retrospectiva de tantas vezes que esse blogue já mudou de layout, de assunto, enfim, perderia as contas facilmente.
Lembrar sempre é bom! E esse blogue já tem um monte de tempo, desde 2011. Nada comparado a blogues no qual me inspiro para tentar melhorar, como o da +Luma Rosa que acho o melhor.
Como a maioria dos blogueiros iniciantes, o meu intuito era ganhar dinheiro com um blogue, o que logo logo percebi que não era fácil, principalmente por não conhecer ainda os caminhos da rede de sucesso. E em segundo, o que era o objetivo certo a seguir, transformar o blogue num espaço pra falar o que pensa do mundo, do que eu acho interessante e forma um círculo. No inicio era essa a intenção, mas aos poucos o blogue vai caindo no esquecimento, talvez pela própria rotina do dia-a-dia, de trabalho. As vezes a vontade é de entrar em um sono bem duradouro, em uma longa folga de tudo e descansar  bastante, mas o dever nos chama e não dá pra fugir da ralação quando há um objetivo em vista.
Quando só há trabalho estava bom, dava para ir postando algumas coisa, mesmo que seja para aprimorar a escrita. Mas a faculdade chegou e tomou o tempo, que bem empregado está rendendo frutos. Mesmo com as pilhas de livros para ler, o mundo inteiro para conhecer, ainda sentia a saudade de vir por aqui e ver como estava.

Depois de muito tempo percebi que anúncio em blogue não é legal, principalmente para blogues pessoas, como o meu. Mesmo que se deseje ganhar algum trocado com cliques no AdSense ou com as vendas do Hotmart, é muito provável que não dê certo. Primeiramente por que o nicho é pouco rentável, e segundo, por que a maioria das pessoas que visitam blogues pessoais são leitores fiéis (ao menos é essa minha opinião) que já conhecem o blogue e dificilmente irão clicar. Tenho essa ideia devido a outro sites que tenho e a taxa de cliques de leitores que voltam é muito pequena.
A frequência das postagens é um problema danado. Nessa vida de cidade grande sobram empecilhos para atrasar:  trânsito, falta de tempo, cansaço e muitos outros. E muitas vezes é a falta de assunto mesmo. O dia foi ruim no trabalho e você perde a vontade de escrever, mas também há dias em que o sol  nasce mais belo, há aquela coisa a mais que motiva, que tudo dá certo. Surgem ideias que parecem geniais ( nessas horas é sempre bom ter um bloquinho de anotações).
Vou terminando essa postagem. Espero que tenha gostado e comente, por que seu comentário é meu objetivo: qual sua opinião sobre esta postagem?
Até mais!

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro As religiões que o mundo esqueceu