O Orkut já fez 10 anos

Caramba, como o tempo passa rápido. Nesta sexta, revirando as páginas do jornal li a notícia de que o Orkut já completava dez anos. Isso faz pensar no quanto já estamos velhos (meu amigos) e também para todas as pessoas que adoravam as comunidades do orkut. Elas eram extremamente boas, dependendo do caso. No facebook há os grupos, uma versão  parecida, os grupos, que usam a mesma metodologia do Orkut, que geralmente giram em torno de um tema ou assunto.
Quem nunca se divertiu ou tinha aquela curiosidade em ver a caixa de recados dos amigos. Eram verdadeira caixas de e-mail públicas. Já vi muita coisa, mas o pior era o recado ''Oi, tudo bem?''. O pior jeito de chegar perto da garota. A evolução desse ''bate-papo'' só veio quando introduziram o bate-papo, igual ao usado hoje no facebook. O que espanta é quão demorada eram a troca de mensagens: você postava um recado para a pessoa, que ira te responder. Até isso acontecer demorava um tempo. A alternativa era o MSN. Que morreu e ressuscitou novamente.
Bons tempos os do orkut.

Comentários

  1. Oi, Humberto!
    Quando o orkut nasceu, não sei onde eu estava... rs. Conforme ele crescia, sabia pelos amigos e não queria uma conta, pois as histórias que chegavam à mim não eram boas. Depois quando a Pira Labs (atual blogger) foi comprada pelo google, gmails foram automaticamente criados juntamente com contas no orkut. Eu entrei lá somente para deletar. O orkut foi uma ferramenta que não testei.
    Vou te confessar, adorei a previsão de que o facebook vai acabar! (rs*). Só estou lá por causa do blogue.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha uma conta no orkut. Era um pouco público demais. Se alguma pessoa te mandasse um recado, qualquer um podia ver. Ainda bem que inventaram o bate-papo. Usei pouco o orkut, quando comecei a usar, já estava começando a hegemonia do Facebook aqui no Brasil.
    KKK também acho que o Facebook vai acabar, devido aos apps que hoje estão dominando os jovens. Vai deixar pouca saudade

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Capacidade e Incapacidade no Código Civil de 2002