Vasco tem pedido negado

O presidente do S.TJ.D, Flávio Zveiter rejeitou o pedido de impugnação da partida na qual foi rebaixado para a segundona. O clube havia entrado com o recurso. Haverá ainda o julgamento das responsabilidades dos clubes, que acontece hoje.
O presidente do órgão deferiu o recurso com base na interpretação de que a palavra presente no artigo e que serviu de base para a tese defensiva vascaína dá poderes ao árbitro, se tem ou não condições de continuar a partida, referindo-se a paralisação de 73 minutos, sendo que a instrução é de que a partida seja suspensa em até 1h após a paralisação, sendo 30 minutos de espera e mais 30 de acréscimo.

O clube ainda pode pedir reconsideração da decisão, sendo que a decisão não passará pelas comissões disciplinares, apenas pelo pleito, ou seja, apenas pelo presidente, o que reduz em muito a chance de mudança na decisão.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Capacidade e Incapacidade no Código Civil de 2002