Com uma mão na Taça, de novo

Nesse ano parece que não vai ter nem pra Cristiano Ronaldo nem Messi: a bola da vez é Ribery. O meia francês venceu, juntamente com o Bayer tudo o que podia na Europa. Conquistou a Liga dos Campeões, com a épica vitória contra o Barcelona. Venceu também a copa da Alemanha e o campeonato Alemão.
Levando em consideração que a F.I.F.A tem em seus critérios as conquistas de cada jogador, as chances aumentam mais ainda.
Diferentemente de seus outros dois rivais, Messi e CR7, Ribery venceu tudo. Messi, que ainda venceu o campeonato Espanhol, sofreu várias lesões e teve uma péssima temporada, comparada com a de 2008, ano em que Cristiano venceu o prêmio.
Cristiano Ronaldo joga bem. Praticamente leva o Real Madrid nas costas, mas ainda não conseguiu convencer com títulos. Embora a cada dia bata recordes, o CR7 ainda não convenceu a crítica. Recentemente, em entrevistas à Tvs, o ídolo madrilenho tem confiança no título de melhor do mundo.
Correndo por fora, ainda fala-se em Ibrahimovic. O sueco, que atualmente está no PSG  da França, vive ótima fase e é garantido o seu título de gol mais bonito do ano, o premio Puskas.
Levando em consideração a temporada, a briga vai ficar mesmo entre Ribery e Cristiano Ronaldo. A temporada desses jogadores foram impecáveis. E os títulos podem favorecer Ribery.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams