1.522 são eliminados do E.N.E.M pelo MEC

Durante participação em um evento na UNIFESP (SP), o ministro da educação Aloizio Mercadante divulgou que 1.522 alunos foram eliminados do E.N.E.M 2013 por tentativa de fraude.
O ministro relatou que dos 1.522 eliminados, 396 são de Minas Gerais, sendo 4 da cidade de Barbacena, local onde recentemente foi alvo da reportagem do fantástico, da tv globo, onde denunciou o esquema de fraude no exame do ensino médio. 
Também há a investigação das pessoas envolvidas na venda de vagas em universidade de medicina em Minas e no Rio. Segundo as investigações, a quadrilha é especializada somente em fraudar provas, sendo o líder da quadrilha José Claudio de Oliveira, de 41 anos, o mesmo que pagou 10 mil para uma fiscal para ter acesso ao caderno amarelo no dia do E.N.E.M.
Mercadante afirmou que os nomes ainda não foram encaminhados ao ministério.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Capacidade e Incapacidade no Código Civil de 2002