A greve de professores e seus reflexos

Recentemente está acontecendo no Rio de Janeiro diversas greves e manifestos, sendo a mais recente a greve dos professores. Eles reivindicam melhores salários para a categoria.
O que realmente é uma vergonha no nosso país, depois de tanta corrupção é o fato de nossos professores, principalmente os da rede pública, ganharem tão pouco. O professor é o formador de profissões, profissional que todos os outros profissionais passam necessariamente. Então, só por que aqui no Brasil esse profissional é tão desqualificado enquanto a classe política, que pouco faz pelo país ganha absurdos de salários e ainda por cima comete atos que são uma vergonha para o nosso país: corrupção, lavagem de dinheiro e muitos outros.
Os bons exemplos para o Brasil vem do restante do mundo. Em todos os países bem desenvolvidos, como Japão, China, EUA os professores são muito valorizados. Afinal, que forma os outros profissionais? Ser professor é a profissão das profissões.
Os salários não são os mais animadores para quem quer seguir a profissão: o piso salarial no Brasil atualmente é de R$ 1.567,00 para 40 horas semanais. No Brasil, o estado com maior piso salarial é a Bahia, com de R$3.500. No mundo, o maior piso salarial é o de Luxemburgo, com média de US$101 mil.
O que há na verdade é, de certa forma, uma desvalorização do professor não pela classe política, mas também pelos alunos e pela população em geral. A escola não é mais a mesma, um local de ordem. Para comprovar isso basta ver os índices de educação básica do Brasil, que para a 6ª maior economia do mundo, é uma vergonha.



Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O guia politicamente incorreto da economia brasileira