Quais os rumos do Brasil?

foto oficial
http://www2.planalto.gov.br/presidenta/foto-oficial
Desde o mês passado o Brasil de certa forma mudou. Mas ainda não completamente. Ainda restam muitas coisas por fazer frente aos problemas e também às possíveis soluções, que são no mínimo discutíveis, tendo em vista quem irá discutir e aprova-las.
Eram milhões nas ruas. Desde crianças até idosos em prol de um ideal coletivo, que levou todo o Brasil às ruas. Isso já foi muito comentado, em todos os jornais. Mas lembrando que essa manifestações  Continuar Lendo
tinham um propósito, que, acho eu, não acabou junto com a copa das confederações. O ideal de ver este país melhor. No calor do evento de nível mundial ocorrendo no país, a intenção de chamar a atenção dos olhos do mundo para os problemas que aqui ainda ocorrem foi feita. Sendo de cunho apartidarista, a manifestação geral levou o povo, e não os partidos para protestar, principalmente os partidos adversários do governo. E tudo isso uma hora ou outra tinha que acabar. No dia da final entre BrasilxEspanha houve a última exibição das manifestações em nível mundial. E ficou o recado para a presidenta, que fez pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão para anunciar as medidas reivindicadas pelo povo. Fez promessas para cumprir. Pois bem, passaram-se algumas semanas e o povo ainda na rua, como as tentativas de paralisações nacionais ocorridas nos dias 1° e 11° de julho.
Sobre o que o congresso fez com os projetos enviados pela presidente Dilma, como a destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação e saúde, que sofreu mudanças na tramitação. Houve a redução da porcentagem destinada aos serviços públicos, que não seguiram a risca a pretensão da presidente, ou, penso, que seria mais uma jogada da própria presidente para tentar acalmar os ânimos do povo, com projetos quase que inviáveis, tendo em vista nossa classe política. Talvez Dilma já soubesse que o congresso não iria aprovar em totalidade o projeto, mas mesmo assim o anunciou.

Não se sabe o que a presidente Dilma quis fazer, mas tem uma pedra no sapato com o congresso. Ainda é difícil prever se esses projetos surtiram algum efeito. Esperamos que surjam, a médio prazo.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams