Os animais domésticos e o comportameto

Há alguns dias ganhei um cão , o Dorlye. Antes disso eu tinha apenas gatos, que são animais muito preguiçosos e solitários.

Estava acostumado apenas com gatos, que são animais extremamnete preguiçosos. Sempre estão dormindo ou andando pelo seu telhado, sendo que você não o vê muito no dia-a-dia. Isso acaba acostumando o nosso cérebro, que acaba não sentindo tanta falta dos animais e acabamos por levar isso também para a vida em sociedade.
Já quando ganhei o Dorlye, fiquei no início muito estressado por que ele ficava o tempo ineteiro no meu pé querendo brincar. Isso é um pouco diferente, por que os gatos só vão atrás de você quando querem comida.
Isso retrata um pouco da personalidade da pessoa  e o seu animal de estimação, assim como as coisas que ele convive diariamente.Claro que não se aplica à todas as pessoas.
O contato com animais muda um pouco o jeito de agir, de se expressar das pessoas levando em conta o comportamento diário em casa e em outros lugares. A falta e abundância de afeto para com os animais e também para com as pessoas direcionam os rumos comportamentais.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Resenha do livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams