A tal vida virtual

Cada vez mais as distâncias ficam menores. Esta é tendência mundial que chega cada vez mais à população de classe c. Resta saber se a população está preparada para convive com a vida virtual.

''Facebook, twitter, blog e outros''. Esses são algumas das incontáveis formas de comunicação com outras pessoas. O vínculo entre pessoas que não se conhcem ou que moram longe torna-se maior, promovendo maior interação, mas também gerando alguns perigos.
Em contrapartida, a rápida interação gera algumas inconveniências. Algumas pessoas exageram no que publicam e passam por constrangimentos, violência psicológica e em muitos casos, até agressão.
Outra vertente da internet é o bate-papo, onde pessoas trocam mensagens sem se caracterizarem como quem realmente são, podendo ser pedófilos, sendo um grande perigo aos jovens que usam este serviço;
Para uma vida virtual ''saudável'' é necessário um entendimento sobre os perigos, para melhor proteger-se. Sendo uma boa maneira a interação real/virtual na sala de aula, formando cidadãos conscientes e prevenidos.

Comentários

Postagens mais visitadas

A influência da mídia nos dias atuais

Resenha do livro 1808, de Laurentino Gomes

Capacidade e Incapacidade no Código Civil de 2002